Reports e Datasets: IEC61850.

REPORTS

Para a leitura de valores utilizando o driver IEC61850, não é indicada a leitura por polling dos dados. Em vez disso, deve-se preferencialmente utilizar reports, para aumentar a eficiência e permitir o tratamento de Sequências de Eventos (SOE).

O protocolo IEC61850 prevê a utilização de objetos report, que têm como objetivo notificar as aplicações cliente acerca de modificações nos dados. Os dados a serem reportados são definidos pelo usuário em um dataset. Cada report pode ter associado apenas um dataset, mas um equipamento pode possuir vários reports e datasets.

Os reports podem ser de dois tipos: buffered (brcbxxxx) e unbuffered (urcbxxxx). Nos reports buffered, todas as alterações que ocorrerem nos elementos do dataset durante uma desconexão serão armazenadas em filas (ou buffers), de forma que a aplicação cliente receberá a notificação de todas estas alterações (desde que exista espaço em memória suficiente no equipamento e que as configurações estejam corretas, por exemplo). Este tipo de report é utilizado principalmente para os dados tipo SOE (Sequenciamento de Eventos). Já nos reports unbuffered, apenas o último valor é armazenado.

Ambos os reports podem ser configurados para enviar eventos espontaneamente, a intervalos cíclicos, ou para aguardar que a aplicação cliente pergunte explicitamente (através de um polling ou interrogação geral – GI) os dados daquele report. Cada item do dataset (que na verdade pode ser uma árvore de objetos) pode ser reportado por diferentes razões (Data Change dchg, Data Update dupd, Quality Change qchg, integrity, general interrogation) definidas pelo cliente na programação do report. Cada report possui propriedades padrão para o controle e configuração.

IEC 61850 – Exemplo de Report

IEC 61850 – Comparativo de Acesso


IEC 61850 – Buffered Report

Configurações de reports no driver IEC61850 da Elipse Software

A configuração dos reports no driver IEC61850 é feita na aba Reports das configurações do driver.

Prefer Buffered Report Control Blocks (Uses Unbuffered if not available): A opção Prefer Buffered Report Control Blocks instrui o driver de comunicação para que sempre que um tag entre em processo de comunicação (o que pode ser chamado de “entrar em advise” ou “entrar em scan”), seja procurado – dentre todos os reports buffered do equipamento – se o tag em questão pertence ao respectivo dataset de cada report.

Caso encontrado, o report é então habilitado pelo driver, passando a receber suas notificações de mudanças. Do contrário, o driver passa a repetir o mesmo processo, buscando agora nos reports unbuffered pelo mesmo tag. Caso encontrado, o report é habilitado. Se mais uma vez ele não for encontrado, o tag poderá comunicar em modo polling caso a opção Poll Tags not found in any Report estiver habilitada.

Caso a opção Prefer Buffered Report Control Blocks estiver desabilitada, o driver repetirá o procedimento anterior, porém buscando diretamente os reports unbuffered, e descartando a busca pelos buffered.

Poll Tags not Found in any Report: Quando um tag não é encontrado em nenhum report, esta opção permite que ele seja lido de modo cíclico (polling) de acordo com sua taxa de scan. Porém, este método não é o mais recomendado nem eficiente, estando sujeito à maior lentidão de atualização dos dados e perda de eventos rápidos.

Opções User Defined Report List e RW Report List File (.RPT): A configuração padrão é deixar que o driver busque os reports de forma automática, mas caso o usuário não deseje que o driver faça a busca automática, é possível definir uma lista de reports que devem ser habilitados. O arquivo RPT é utilizado para definir quais reports o driver deve buscar. O arquivo deve estar no diretório padrão dos arquivos de cache (.LD), e seu nome deve ser IEDName.RPT (um arquivo por IED). A estrutura do arquivo deve ser a seguinte:

RPT FILE FORMAT
Number_Of_LogicalDevices
LogicalDeviceN; Number_Of_Reports
ReportName; ReportOption1:ReportOption1Value; ReportOptionN:ReportOptionNValue

Para maiores informações sobre outras propriedades da aba Reports, bem como sobre os parâmetros do arquivo RPT, consulte o manual do driver IEC 61850. Para maiores informações sobre o arquivo RPT, leia o artigo Arquivos utilizados pelo driver IEC 61850.

Reports no Tag Browser: Reports aparecem como pastas somente com os tags TimeOfEntry e EntryID, que são programados internamente pelo driver.

DATASETS

O conteúdo dos datasets (mapas) de um LD é configurável pelo usuário. O usuário pode concentrar todos os datasets em um só LD, podendo fazer referência a dados de outros LDs. Os datasets podem conter objetos Data ou DataAttributes, podem ser configurados no IED, ou criados dinamicamente nos modos persistente ou não persistente.

Os datasets configurados não podem ser deletados. Já os persistentes podem ser deletados se não estiverem sendo referenciados por nenhum report ativo, e são visíveis para outras associações. Por último, os não persistentes podem ser deletados se não estiverem sendo referenciados por nenhum report ativo, mas não são visíveis para outras associações, sendo deletados quando a conexão se desfaz.

Configurações de DataSets no Driver IEC61850 da Elipse

Na aba Reports das configurações do driver, é possível configurar o driver para que ele crie datasets dinamicamente. Para isto, utilize a seguinte opção:

Opções User Defined Datasets e RW DataSet List File (.CDS): Ao utilizar uma lista pré-definida de reports, é possível informar se os datasets serão declarados dinamicamente pelo driver IEC 61850 (cliente). O arquivo CDS é utilizado para definir quais datasets devem ser buscados pelo driver. O arquivo deve estar no diretório padrão dos arquivos de cache (.LD), e seu nome deve ser IEDName.CDS (um arquivo por IED). Atualmente, só os IEDs Siemens suportam este funcionalidade. A estrutura do arquivo deve ser a seguinte:

CDS FILE EXAMPLE
1
Device;1
MyDataset1;3
Device/LLN0$DC$NamPlt
Device/LLN0$ST$Mod
Device/LPHD1$DC$PhyNam

Para maiores informações sobre outras propriedades da aba Reports, bem como sobre os parâmetros do arquivo CDS, consulte o manual do driver IEC61850. Para maiores informações sobre o arquivo CDS, leia o artigo Arquivos utilizados pelo driver IEC 61850.

DataSets no Tag Browser: Os dados configurados em cada dataset são encontrados em uma pasta chamada DataSets no TagBrowser, de acordo com a imagem abaixo.

DÚVIDAS FREQUENTES

O que fazer quando o driver não está encontrando um report livre cujo dataset contenha os tags desejados?

Verifique se:

  • não há clientes utilizando os mesmos reports.
  • os datasets estão configurados no IED e se estão associados a reports. Se não estiverem, é possível defini-los a partir da aplicação.

Como posso identificar os datasets em um arquivo LD?

Ao final de cada arquivo LD há uma sessão chamada **Datasets**. No exemplo abaixo é demonstrado um Logical Node sem nenhum dataset configurado:

Já neste outro exemplo, o Logical Node contém datasets configurados de acordo com a imagem abaixo:

Note que no exemplo acima, temos dois datasets, e abaixo são demonstrados os itens neles mapeados.

Como posso identificar os reports em um arquivo LD?

Os reports NÃO estão na seção Reports do arquivo LD , como pode ser visto na imagem abaixo:

A seção Reports demostrada acima guarda apenas a versão do report. Para encontrar os reports no arquivo LD, deve ser feita uma busca pela functional constraint $BR. A imagem abaixo demonstra os reports de um determinado Logical Node:

Como devo configurar os nomes dos Reports?

Pela norma, os reports buffered precisam começar com o nome brcbXXXX, e os unbuffered com rcbXXXX ou urcbXXXX. Se por acaso o nome do report for configurado sem estes prefixos, o driver não irá identificar isto como correto e a leitura por reports não irá funcionar.

Os nomes dos Reports Buffered também podem começar com br ou BR.
Os nomes dos Reports Unbuffered também podem começar com UR, rcb ou RCB.

Este artigo foi útil? Was this post helpful?
Yes0
No0

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *