Publicando aplicações Elipse E3 versão 3.0 na Internet com o Microsoft Internet Information Services.

1) INTRODUÇÃO

Este artigo apresenta um guia simples para a configuração do servidor para a disponibilização de aplicações E3 na Internet, de modo que um WebViewer consiga conectá-lo utilizando um simples navegador de Internet.

O WebViewer é um ActiveX com a mesma finalidade do Viewer, porém feito para rodar dentro de um navegador. Sendo assim, somente navegadores com suporte a ActiveX podem rodar o WebViewer.

O IIS (Internet Information Services) é um conjunto integrado de serviços de rede para a plataforma Windows que permite publicar conteúdo e disponibilizar arquivos e aplicações em um ambiente de Internet ou Intranet. Totalmente integrado ao sistema operacional e dotado de uma interface administrativa 100% gráfica, o IIS é uma das melhores opções disponíveis para hospedagem de web sites, sites FTP e grupos de notícias, bem como para o desenvolvimento de aplicações.

Existem dois tipos de configurações possíveis para a organização dos servidores E3 vs. IIS. Antes, no entanto, é necessário assegurar-se de que o E3Server está instalado em um Domínio rodando adequadamente.

2) UTILIZANDO O E3SERVER E O IIS NO MESMO SERVIDOR

Com esta organização, um WebViewer se conecta em um mesmo servidor a um E3Server disponível na web e publicado por um IIS. Para isto, siga estes passos:

Passo 1: Copie os arquivos necessários para o diretório de instalação do IIS (normalmente C:Inetpubwwwroot):

  • e3web.asp e docwrite.asp: carrega e inicia o ActiveX E3Downloader.
  • e3downloader.cab: ActiveX que será enviado para a máquina cliente e fará a instalação do e3webviewer-x86-ptb.exe .
  • e3web2.asp e docwrite2.asp: carrega e inicia o ActiveX do WebViewer que mostrará a aplicação sendo executada na máquina do Internet Explorer.
  • e3webviewer-x86-ptb.exe: executado pelo navegador ao digitar o caminho da aplicação. Como este arquivo não acompanha a instalação do E3, ele deve ser baixado do site da Elipse, e deverá obrigatoriamente ser da mesma versão e build que o E3Server que está sendo executado no servidor, e colocado na mesma pasta dos arquivos listados acima.

NOTA: A cada atualização de versão do E3Server, todos os arquivos acima deverão ser atualizados no diretório do IIS. Em versões inferiores a 3.1, o nome do instalador do E3 Web Viewer era diferente (e3-w98webviewer.exe, e3-w2kwebviewer.exe).

Passo 2: Configure o IIS (que pode ser encontrado em todos os sistemas operacionais da plataforma Windows). Para isto clique com o botão direito do mouse no item Site da Web Padrão (Default Web Site) e selecione a opção Adicionar Diretório Virtual (Add Virtual Directory).

Figura 1: Criando um novo Virtual Directory no configurador do IIS

Passo 3: No campo Alias, digite um nome conveniente e fácil, pois é utilizado para acessar o diretório na barra de endereços do navegador. Em Caminho Físico (Physical Path), clique em “…” e selecione o diretório onde os arquivos foram armazenados (neste exemplo foi utilizado c:inetpubwwwroot). Clique em OK.

Figura 2: Adicionar diretório virtual

Passo 4: Clique no Diretório Virtual criado, que está em Site da Web Padrão (Default Web Site), e selecione a opção Documento Padrão (Default Document), dentro do quadro central.

Figura 3: Documento padrão

Passo 5: Clique em Abrir Recurso (Open Feature) e em Adicionar (Add) no painel Ações (Actions), digite “e3web.asp” no campo Nome (Name) e clique em OK.

Figura 4: Adicionar documento padrão

Após estes procedimentos, o computador cliente pode acessar o servidor web utilizando o navegador Internet Explorer.


3) UTILIZANDO O E3SERVER E O IIS EM SERVIDORES DISTINTOS


3.1 Configuração usando apenas um E3Server

Com esta organização, o WebViewer se conecta a um E3Server disponível na web que não está necessariamente no mesmo servidor que o IIS. Para isto, siga estes passos:

Configurações para o servidor Web (rodando o IIS)Pré-requisito: é necessário que o servidor IIS seja instalado na plataforma Windows Server. Apenas neste sistema operacional é encontrada a ferramenta Routing and Remote Access.

NOTA: O serviço RRAS (Routing and Remote Access) era um recurso dos sistemas operacionais Windows Server® anteriores ao Windows Server 2012, agora esse recurso foi combinado com o DirectAccess para formar a função de servidor de Acesso Remoto no Windows Server 2012.
Instalando a função de roteamento e acesso remoto nas versões atuais do Windows Server
Abra o Server Manager, e no Painel do gerenciador do servidor, selecione Manage > Add Roles and Features.
Figura 5: Adicionar funções e recursos
Clique em Avançar para exibir a janela Selecionar funções do servidor. Marque a caixa de seleção Acesso Remoto (Remote Access).
Figura 6: Adicionar funções e recursos
 
Pode ser necessário instalar funções adicionais.
 

Figura 7: Funções adicionais
 
Clique em Avançar até que a página Selecionar serviços de função seja exibida, e selecione a opção Roteamento (Routing).
Será solicitada a instalação dos componentes adicionais necessários.
 

Figura 8: Opção Routing
 

Aguarde o progresso da instalação até que seja concluída.
 

Figura 9: Progresso da instalação
 
 
 
Configurando o Routing and Remote Access
 
 

Passo 1: Acesse o Routing and Remote Access.

Figura 10: Atalho usual para a ferramenta Routing and Remote Access
 

Passo 2: Na lista de servidores IIS, abra a árvore de itens referente ao servidor a ser utilizado, até chegar ao item NAT.

Figura 11: Configurador do Routing and Remote Access

 

 

Passo 3: Escolha a opção New Interface.

Figura 12: Definindo uma nova interface

Passo 4: Selecione a interface que exporá o computador com o E3Server na Internet. O dispositivo de rede a ser escolhido é aquele que faz a conexão com a internet, e não o dispositivo que liga o servidor IIS à intranet.

Figura 13: Selecionando o dispositivo de rede para a interface

 

Passo 5: Marque a opção Public interface connected to the Internet. Isto significa que esta interface com o computador do E3Server será pública e outros computadores poderão receber e enviar dados através desta interface.

Figura 14: Definindo a interface como pública

 

Passo 6: Defina qual computador na rede se tornará público (no caso, o computador com o E3Server). As portas de entrada e saída deverão ser: porta 6515 (utilizada pelo E3Server para comunicação) e o IP do computador (Private address).

Figura 15: Definindo qual computador na rede se tornará público

 

Passo 7: No Bloco de Notas, abra o arquivo docwrite2.asp publicado no IIS e modifique a seguinte linha:

var domain = getDomain();

por:

var domain = “IP externo do Servidor IIS”;

Abaixo, o código completo do docwrite2.asp:

 function getDomain()
{
  // o document.location.host devolve o servidor e a porta.
  // esta funcao retorna o nome sem a porta.
  return document.location.host.split(‘:’)[0];
}
function writeApplet()
{
  var conteudo = “  conteudo += ” width=’100%’ height=’100%’>”;  var domain = getDomain();  // if domain is on a different server it must be set below  // domain = “myserver”;  conteudo += ‘‘;  conteudo += ‘‘;  conteudo += ‘‘;  conteudo += ‘‘;  conteudo += ‘‘;  conteudo += ‘‘;
  document.write(conteudo);
}
writeApplet();

NOTA: Caso esteja utilizando uma versão do Elipse E3 anterior a 3.0, o arquivo a ser alterado é o e3web.asp. Para isto, abra o arquivo e3web.asp publicado no IIS no Bloco de Notas e modifique a seguinte linha:

“>

por:

Configurações para o servidor E3

Instale o software Elipse E3 executando o domínio desejado. Agora, os servidores IIS e E3Server estão configurados, e prontos para serem acessados.

3.2 Configuração para aplicações em hot-standby

Com esta organização, o WebViewer avalia o estado dos servidores disponíveis na web e se conecta ao E3Server ativo, que não está necessariamente no mesmo servidor que o IIS.

NOTA: Esta configuração é suportada apenas no Elipse E3 versão 3.0 build 416 ou superior.

Para isto, siga estes passos:

Configurações para o servidor Web (rodando o IIS)

Pré-requisito: é necessário  que o servidor IIS seja instalado nas plataformas Windows Server. Apenas nestes sistemas operacionais é encontrada a ferramenta Routing and Remote Access.

Complete os mesmos procedimentos descritos nos passos 1 a 5 do item acima. Como serão dois servidores E3 aptos a receber conexões externas, é necessário disponibilizar estes dois micros na internet, desta forma será necessário executar duas vezes o passo 6 do item acima. A primeira execução deve ser feita de forma idêntica ao demonstrado anteriormente; já a segunda execução deve ser configurada da seguinte maneira:

Figura 16: Definindo um segundo computador para a rede pública.

Neste caso, a configuração de Incoming port deve ser diferente do valor configurado anteriormente (neste caso, diferente de 6515); já o endereço do Private address deve ser o IP desta segunda máquina.

O próximo passo é modificar o arquivo docwrite2.asp para apontar para os servidores envolvidos nesta configuração. Para isto, troque

var domain = getDomain();

por

var domain = “IP externo do Servidor IIS:porta1, IP externo do Servidor IIS:porta2”;

A função desta variável domain é informar ao E3WebViewer a quais IPs e portas este deve se conectar.

Abaixo, o código de docwrite2.asp já modificado para este exemplo, com o IP 201.21.194.12 publicado na internet:

function getDomain()
{
  // o document.location.host devolve o servidor e a porta.
  // esta funcao retorna o nome sem a porta.
  return document.location.host.split(‘:’)[0];
}
function writeApplet()
{
  var conteudo = “  conteudo += ” width=’100%’ height=’100%’>”;  //var domain = getDomain();    // if domain is on a different server it must be set below  var domain = “201.21.194.12:6514, 201.21.194.12:6515”;      conteudo += ‘‘;  conteudo += ‘‘;  conteudo += ‘‘;  conteudo += ‘‘;  conteudo += ‘‘;  conteudo += ‘‘;
  document.write(conteudo);
}
writeApplet();

NOTA: Caso esteja utilizando uma versão do Elipse E3 anterior a 3.0, o arquivo a ser alterado é o e3web.asp. Para isto, abra o arquivo e3web.asp publicado no IIS no Bloco de Notas e modifique a seguinte linha:

“>

por:

 

Configurações para o servidor E3

Instale o software Elipse E3 executando o domínio desejado. Agora, os servidores IIS e E3Server estão configurados, e prontos para serem acessados.

4) AUMENTANDO A SEGURANÇA DE ACESSO

Além da restrição de acesso ao domínio através do próprio Elipse E3, o nível de segurança também pode ser aumentado através do configurador do IIS. Redes corporativas organizadas sob um domínio podem desfrutar deste nível extra de segurança, pois o nome de usuário e senha no domínio são solicitados para acesso ao site.

Para isto, siga estes passos:

Passo 1: Selecione a opção Default Web Site, e em seguida abra a opção Authentication.

Figura 17: Entrando em authentication

Passo 2: Em Autentication,  desabilite a opção Anonymous Authentication  e habilite a opção Basic authentication.

Selecione Basic Authentication, pressione o botão Edit, e então escreva o nome do domínio.

Figura 18: Definindo a autenticação básica em Authentication Methods

 

Agora, além da senha solicitada para acesso ao domínio do E3 rodando, será requerida também o usuário e senha da rede. Está concluído o aumento de segurança de acesso ao site da aplicação.

Configurações no cliente

Qualquer usuário, desde que esteja devidamente autorizado pelas políticas de segurança e acesso da empresa, pode visualizar e controlar uma aplicação E3 na Internet através de seu navegador. Os requisitos básicos necessários são:

  • PC com Windows 2000/XP/2003/Vista
  • Navegador Internet Explorer 5.5 ou superior
  • Acesso à Internet

Para isto, basta indicar no navegador o endereço do servidor onde está hospedada a aplicação. Exemplo: http://servidor/diretoriovirtual.

Figura 19: Tela de instalação do E3Downloader

O E3Downloader faz o download da instalação do E3WebViewer. Clique em Always trust content from Elipse Software e em seguida em Yes. Em seguida aparecerá uma mensagem dizendo que está sendo baixado o instalador do E3WebViewer, como segue:

Figura 20: Instalação do E3WebViewer

Após a instalação, o WebViewer estará aberto no navegador, visualizando a aplicação do servidor.

 

Este artigo foi útil? Was this post helpful?
Yes0
No0

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *