Elipse E3 versão 3.0 – Dúvidas Mais Frequentes (FAQ).

Este artigo responde algumas das dúvidas mais frequentes (FAQ) sobre a versão 3.0 do Elipse E3, ferramenta SCADA para controle e monitoramento de processos.

 

FAQ: Já tenho a chave de produto da versão 2.5 do Elipse E3 e agora quero utilizar a versão 3.0. O que devo fazer?

R: A chave de produto para a versão 3.0 é diferente da versão 2.5. Por isto, deve-se entrar em contato com o setor comercial da Elipse Software para providenciar uma nova chave.

FAQ: A hardkey que utilizo com a versão 2.5 continuará funcionando na versão 3.0 do Elipse E3?

R: A versão 2.5 pode suportar tanto o modelo antigo de hardkey (Hasp4) quanto o modelo novo (Hasp HL). Já a versão 3.0 só tem suporte para o modelo novo. Portanto, caso o modelo de sua hardkey não seja o Hasp HL, é necessário entrar em contato com o setor comercial da Elipse para providenciar a troca.

FAQ: Apesar de já ter atualizado a versão da hardkey para o modelo Hasp HL, o Elipse E3 não está reconhecendo a chave de produto programada. O que está acontecendo?

R: Primeiramente, certifique-se de que a hardkey está programada para a versão 3.0. Verifique também se a chave está corretamente instalada antes do computador ser ligado. Uma característica da nova versão 3.0 é sempre ser executada como um serviço do Windows. Isso significa que antes mesmo que algum usuário faça o login no sistema, os processos do E3 já estarão rodando. Caso a hardkey seja conectada depois do sistema ter sido iniciado, será necessário parar o E3 Server (através do ícone do E3 Admin na área de notificação do sistema), conectar a hardkey, e então iniciar o E3 Server novamente.

FAQ: Tenho uma aplicação que roda normalmente na versão 2.5 do Elipse E3; ela é compatível com a versão 3.0?

R: O Elipse E3 3.0 aceita todas as aplicações que rodavam na versão 2.5. Mesmo assim, observe que na versão 3.0, todas as aplicações rodam na conta do usuário SYSTEM. As configurações deste usuário podem variar de sistema para sistema (como por exemplo, configurações regionais do Windows, impressoras instaladas, entre outros), e podem causar problemas onde estas informações são utilizadas. Um problema típico é configurar uma impressora no usuário local, mas o Elipse E3 utilizar sempre a impressora que está configurada no servidor. Para resolver este problema, é possível utilizar a opção Impressora do E3 Admin para fazer a configuração diretamente no servidor.

Há uma exceção que ocorre com os usuários do Windows Vista: a opção Desabilitar a troca de janelas do Viewer não funciona neste sistema. Isto acontece porque o Windows Vista não permite que os programas façam este tipo de bloqueio.

FAQ: É possível abrir telas de outras aplicações utilizando o novo recurso de Domínios Remotos?

R: É importante não confundir “domínios remotos” com “domínios distribuídos”. Os Domínios Remotos permitem acesso a base de dados de outras aplicações do Elipse E3, que incluem tags do servidor e propriedades de XObjects. Outros objetos não são suportados, como telas, alarmes e relatórios.

FAQ: Qual a diferença entre utilizar Domínios Remotos ou OPC entre dois servidores E3?

R: Existem duas diferenças básicas: o protocolo de comunicação e a forma como os dados são disponibilizados. No caso do protocolo de comunicação, os Domínios Remotos utilizam o protocolo REC, que foi desenvolvido pela própria Elipse. Já o OPC se comunica através de DCOM, que apresenta conhecidas restrições de desempenho em situações de desconexão ou problemas de rede, exigindo configurações especiais para seu correto funcionamento. Já quanto à disponibilização dos dados, com o OPC é possível buscar somente propriedades; Domínios Remotos, por outro lado, possibilitam acessar objetos.

FAQ: Posso configurar ou testar os domínios remotos no modo Demo?

R: Não; para isto, é necessário (a partir do build 411) ter no mínimo um E3 Studio para configurar e testar os domínios remotos.

FAQ: É possível exportar aplicações do Elipse SCADA e importá-las no Elipse E3 em modo Demo?

R: A exportação de aplicações do Elipse SCADA é permitida em modo Demo. No entanto, para importar a aplicação no Elipse E3, é necessário ter um E3 Studio.

FAQ: Por que o Elipse E3 roda como serviço?

R: Esta característica é necessária para tornar possível a troca de informações entre módulos do Elipse E3 (E3Server/E3Server, E3Server/Studio, E3Server/Viewer) através do novo protocolo REC. Este protocolo substituiu completamente o protocolo DCOM na versão 3.0.

FAQ: Posso conectar um Viewer da versão 2.5 a um servidor 3.0?

R: Não, esta característica está disponível apenas a partir da versão 3.0. Desta versão em diante, será possível conectar o Viewer de uma versão antiga a uma versão mais nova, mantendo a compatibilidade entre versões. Note no entanto que os recursos novos não funcionarão se versão do Viewer for mais antiga que a versão do Server.

FAQ: Atualizei a versão 2.5 para a 3.0, e os atalhos para rodar o Domínio deixaram de funcionar. Por quê?

R: Isto acontece porque na versão 2.5, os atalhos para rodar as aplicações utilizavam referências ao E3 Server. A partir da versão 3.0, isto deve ser modificado, e o atalho deverá referenciar o E3 Admin. A modificação dos atalhos é simples: basta substituir “E3Server” por “E3Admin” no atalho.

Por exemplo:

"C:\Program Files\Elipse E3\Bin\E3Server.exe" -start
"C:\supervisorio\aplicacao.dom" -viewer

Deve ser trocado por:

"C:\Program Files\Elipse E3\Bin\E3Admin.exe" -start
"C:\supervisorio\aplicacao.dom" -viewer

FAQ: Quando o E3 Studio roda no Windows Vista, é mostrada uma janela de mensagem do UAC (User Account Control). O que significa isto?

R: Esta é uma mensagem de segurança padrão do Windows Vista para todos os programas que solicitam a permissão para rodar como administrador. Este é o caso do E3 Studio, E3 Server e E3 Viewer.

Este artigo foi útil? Was this post helpful?
Yes0
No0

Thoughts on “Elipse E3 versão 3.0 – Dúvidas Mais Frequentes (FAQ).

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *