Identificando e reprogramando uma softkey clonada.

Neste artigo, discutiremos como reprogramar uma softkey que foi clonada. A clonagem de softkey pode acontecer quando as configurações da máquina (Virtual MAC Address, UUID, configuração de CPU, placas de rede, etc.) são modificadas. Antes de formatar esta softkey, é preciso primeiro determinar e entender por que ela foi clonada para evitar que isto venha a acontecer novamente.

Geralmente, isto ocorre porque a softkey está instalada em uma máquina virtual rodando em um ambiente com vários hosts, onde a VM é passada de um host para outro dinamicamente (ex: VMware vCenter Server). Nestes ambientes, é obrigatório que a feature CPU Masking esteja habilitada, pois ela garante que a softkey irá enxergar todos os hosts com a mesma configuração de hardware, evitando a detecção de clonagem quando há a migração da VM para outro host.

Para confirmar o status da softkey, acesse o seguinte endereço: http://localhost:1947/_int_/products.html

A partir da identificação de clonagem, a softkey deve passar pelos seguintes procedimentos: Formatação, Ativação e Reprogramação.

Importante salientar, uma vez que a clonagem é detectada em uma Softkey, ela está definitivamente perdida.

1. FORMATAÇÃO

Para formatar a softkey, é necessário salvar sua memória e enviá-la para a Elipse Software. Existem duas possibilidades: via HKCustumer ou via Elipse License Manager (eLic).

a) via HKCustomer: siga os procedimentos descritos nos itens 3, 4 e 5 do artigo Geração e ativação de softkey para servidores sem internet.

NOTA: esta opção requer acesso direto ao console do servidor.

b) via eLic: para gerar o arquivo de leitura, acesse a aba Dispositivos de Proteção na janela principal, selecione o dispositivo a ser atualizado, e clique em Salvar Estado. Salve o arquivo gerado (extensão .elr) e envie-o como anexo para a Elipse.

Em resposta, será gerado um arquivo (extensão .v2c) de recuperação/formatação a ser aplicado no endereço a seguir (opção Apply File): http://localhost:1947/_int_/checkin.html

Após o arquivo de formatação ter sido aplicado, a Softkey antiga é deletada, e será necessário salvar a memória da softkey novamente, e enviá-la para a Elipse Software.
Após esta formatação, uma nova ‘espera de Softkey’ estará disponível para utilização.

2. ATIVAÇÃO

Para ativar a softkey, a Elipse novamente enviará um arquivo com extensão .v2c, para ser aplicado no endereço http://localhost:1947/_int_/checkin.html.

3. REPROGRAMAÇÃO

Para reprogramar a softkey, será necessário salvar sua memória e enviá-la para a Elipse Software. Os produtos serão aplicados à softkey, e a reprogramação estará apta a ser realizada.

Para reprogramação , verifique os itens 3 e 4 do artigo Upgrade de Chave de Produto via HKCustomer, ou Upgrade de produto via Elipse License Manager.

NOTA: esta operação de reversão da softkey clonada é financeiramente custosa e consome um tempo considerável. Portanto, quando isto acontecer, entre em contato com a Elipse Software o mais rápido possível.

Este artigo foi útil? Was this post helpful?
Yes0
No0

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *