E3Storage.

O E3Storage é o módulo Historiador para o Elipse E3. Seu objetivo é transformar dados de produção, processos e outras coletas em informações gerenciais.

Este objeto permite que diversas informações sejam coletadas através de servidores OPC, drivers Elipse, bancos de dados em geral ou até mesmo arquivos-texto, e posteriormente armazenadas em bancos de dados comerciais (Microsoft SQL Server® e Oracle®) por objetos históricos definidos pelo usuário em uma forma compacta e eficiente.

Armazenamento e Compactação

Através do uso de bancos de dados relacionais, como o Microsoft SQL Server e Oracle, o E3 Storage armazena qualquer tipo de informação (valores analógicos, digitais e textos) com até 95% de compactação (com o uso de um algoritmo especial); isto permite uma recuperação total da informação útil de várias maneiras. As informações são então gravadas sempre que houver uma variação que extrapole as regras do algoritmo (portanto, mais eficiente que a banda morta simples); isso também acontece se houver uma variação na qualidade (falha de comunicação, erro de hardware, etc.).

Exemplo 1: Gráfico sem compactação

Exemplo 2: Gráfico com compactação: Veja que a informação é praticamente a mesma do gráfico anterior, mas com menos pontos.

Os dados são armazenados em tabelas dentro do banco de dados, que podem conter um determinado período de informação. Periodicamente, o sistema transfere para uma tabela de backup as informações que extrapolam os intervalos de datas definidos pelo usuário.

 

Recuperação e Consulta

Os dados armazenados no banco podem ser visualizados não apenas através de aplicações baseadas no Elipse E3 como também através de macros para o Microsoft Excel®; outra possibilidade de visualização é através de programas do usuário, que podem acessar diretamente as tabelas do banco de dados.

Para visualização dos dados dentro do Elipse E3, existe o objeto E3Query. Este objeto se destina à criação de consultas de uma forma gráfica, para os bancos suportados pelo Elipse E3. Com o E3Storage, o E3Query ganha uma nova funcionalidade, a fim de consolidar as informações armazenadas, devido à aleatoriedade das mudanças nas variáveis controladas.

Dessa forma, o E3Query permite selecionar o(s) tag(s) pelo nome ou caminho completo no sistema, de acordo com seu tipo ou localização, e obter as seguintes informações:

  • Último valor armazenado.
  • Valor arquivado em comparação a uma certa data/hora: imediatamente anterior, posterior, interpolado (calculado), ou valor exato.
  • Atributo de tag (escalas, unidades de engenharia, etc.).
  • Valores armazenados a partir de uma certa data/hora, ou entre duas datas.
  • Valores interpolados a intervalos fixos num certo período.
  • Valores calculados.
  • Valores interpolados para uma série de datas e horas especificadas pelo usuário.

O resultado das consultas feitas pelo E3 pode ser utilizado em vários objetos:

  • Gráficos (E3 Chart)
  • Data Grid (E3 Browser)
  • Relatórios (E3 Reports)
  • RecordSets via VBScript (para cálculos em scripts, etc…)


Visualização através do Microsoft Office®

Numa segunda etapa de lançamento, o E3 Storage disponibilizará uma interface VBA e um conjunto de macros. Dessa forma, os mesmos dados podem ser consultados e visualizados através da suíte de produtos Microsoft Office; neste caso, cada usuário simultâneo conectado ao E3 Server necessita de uma chave de produto especial de visualização dos dados.

 

Funções de PlayBack e VCR Virtual

Incluído na segunda etapa de lançamento, o PlayBack é um objeto ActiveX fornecido juntamente com o Elipse E3; ele permite abrir uma tela qualquer do sistema e animá-la com os dados provenientes de uma consulta no Banco de Dados.

O controle de PlayBack possui uma série de controles fixos (barra de rolagem, intervalos de início e fim e constante de tempo que aceleram ou retardam a visualização). Todos os links da tela aberta no PlayBack são substituídos durante a execução naquele Viewer específico pelos links equivalentes do E3 Storage. Dessa forma, nenhuma configuração extra é necessária; isto permite que enquanto um grupo de usuários utiliza o PlayBack, o outro grupo continue visualizando e operando o sistema normalmente em tempo real.

Para um processo mais complexo, ou para telas que misturam vários tipos de objetos (objetos de dados e objetos gráficos), pode-se também optar por  um E3 Server separado para o PlayBack; este servidor apenas obtém os dados do mesmo banco onde está o sistema em operação.

Este artigo foi útil? Was this post helpful?
Yes1
No0

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *