Linguagem SQL: Capítulo 7 – Views.

Uma view é uma maneira alternativa para observar dados de uma ou mais tabelas que compõem uma base de dados. Pode-se considerá-la como uma tabela virtual ou uma consulta armazenada.

Geralmente, é recomendável que uma view implemente uma instrução SELECT para buscar os dados para visualização, armazenando-os tanto em uma tabela virtual quanto também em cache. Por isto, em alguns casos é mais rápido ter uma consulta em forma de view, já que uma em forma de instrução demanda mais trabalho.

Com as views, também é possível implementar restrições de usuários x dados.

O uso de views apresenta algumas vantagens, como a melhoria de desempenho no acesso às informações, economia de tempo no desenvolvimento, simplificação no gerenciamento de permissão de usuários, etc.

Sintaxe para a criação de views

CREATE VIEW [ schema_name.] view_name [ (column [ ,…n ] ) ] [WITH [ENCRYPTION] [SCHEMABINDING] [VIEW_METADATA] ] _AS select_statement [ ; ] [ WITH CHECK OPTION ]


Exemplo de view:

Como o objetivo é simplificar o trabalho do desenvolvedor, no exemplo a seguir será criada uma view que exibe os campos de uma determinada tabela executando o comando de seleção:

CREATE VIEW vwVendas AS
SELECT * FROM Vendas V
JOIN Clientes C ON V.Cliente_id = C.id_Cliente
JOIN Produtos P ON V.Produto_id = P.id_Produto
GO

A view criada anteriormente pode ser executada da seguinte maneira:

SELECT * FROM vwVendas

Para visualizar no E3 a view configurada, é necessário definir uma consulta que execute o código acima.

NOTA: uma view serve (como diz o nome) para visualizar uma ou mais tabelas, ou uma ou mais colunas em uma consulta. Para atualizar ou inserir tabelas e/ou colunas, é necessário criar Procedures, que serão vistas nos próximos artigos.

Artigos Relacionados


Este artigo foi útil? Was this post helpful?
Yes0
No0

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados com asterisco são obrigatórios *