Comunicação é estabelecida normalmente via E3 Studio, mas apresenta falha durante execução.

Descrição:

Por que a comunicação que é estabelecida normalmente via E3Studio apresenta falha em tempo de execução?

Solução:

Alguns motivos para falhas de comunicação em tempo de execução são:

1. A hardkey ou softkey não foi encontrada na máquina, ou então ela não possui liberação de produto para o driver utilizado.  Isto pode ser verificado na janela Driver Manager (E3Admin–Server–Drivers).

Isto também pode ser visto na janela de licenças do E3Admin. Nela, estão descritos os produtos programados no dispositivo de segurança. Para acessá-la, clique com o botão direito no ícone E3Admin–Licenças.

Outra solução é identificar o número do dispositivo e entrar em contato com a Elipse Software para verificar quais os produtos que estão programados nele.

2. O driver OPC exige configurações específicas de DCOM, que podem causar falhas na comunicação em tempo de execução. A solução é realizar uma sequência de tarefas para configuração de firewall e de DCOM, o que pode ser visto no artigo Configurações de Firewall e DCOM no Windows 7 para aplicações Elipse. 

Caso o servidor OPC não possa ser executado em qualquer conta (por exemplo, a conta SYSTEM), consulte o artigo KB-39425: Comunicação OPC não funciona mesmo após as configurações de DCOM. 

3. Podem existir erros de script e/ou de associações entre os objetos de tela e o driver, o que causa a falsa impressão que não existe comunicação quando na verdade há. A solução neste caso é verificar todos os scripts que geram associações em tempo de execução, e também as associações e tipos de associações feitas entre os objetos de tela e os objetos do servidor.

4. Os parâmetros N de um tag de comunicação podem ter sido alterados em tempo de execução, o que gera um acréscimo no contador de objetos do servidor. Isto causa falha de comunicação se o número de tags da hardkey for excedido; para verificar esta informação, consulte a janela de Licenças (vista no item 1 deste artigo).

5. A propriedade EnableReadGrouping do driver serve para otimizar a comunicação do driver, fazendo o agrupamento dos pontos de endereços sequenciais (ou seja, criando um bloco internamente para leitura). Alguns equipamentos não suportam o envio/recebimento de blocos de leitura (pois não realizam leitura de bloco, ou porque o tamanho do bloco é maior que o suportado), e isto causa o retorno de valores incorretos ou um erro de leitura.

6. A propriedade AdviseType indica se o valor do tag deve ser sempre atualizado (0-AlwaysInAdvise), ou se será atualizado somente quando o tag estiver sendo utilizado na aplicação (1-AdviseWhenLinked), como quando ele está associado a um display em tela ou referenciado em um script. Para otimizar sua performance, o valor padrão dessa propriedade é 1-AdviseWhenLinked, e isso pode causar a impressão de que existem problemas de comunicação quando na verdade eles não existem.

7. Muitos equipamentos não suportam mais de um driver mestre conectados simultaneamente. Por isto, deve-se ter cuidado ao rodar o domínio logo após a realização de testes de comunicação via Studio, porque nesta situação haveria dois processos diferentes (o do domínio e o do Studio) acessando o mesmo equipamento. Se isto acontecer, o usuário será avisado com a janela ilustrada abaixo.

Este artigo foi útil? Was this post helpful?
Yes2
No0

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados com asterisco são obrigatórios *