Adicionando nomes alternativos ao certificado do EPM Server.

Introdução

Durante a instalação do EPM Server, é criado um certificado digital que, entre outras informações, possui o nome atual da máquina.

Quando uma aplicação cliente solicita conexão com o EPM Server, ela verifica o nome da máquina; assim, ela confere se o nome informado na conexão é o mesmo que está no certificado “respondido” pela outra ponta (nesse caso, o EPM Server). Isto garante que a comunicação sendo feita é realmente com o EPM Server solicitado na conexão.

Em alguns casos, quando uma aplicação cliente (como o EPM Studio, ou o EPM Interface Server, por exemplo) tenta conectar-se utilizando o IP da máquina do EPM Server, uma mensagem de erro pode ocorrer, conforme mostrada abaixo.

Esta mensagem aparece porque o IP não está presente no certificado do EPM Server. Conforme explicado anteriormente, o certificado é criado somente com o nome da máquina; portanto, ao tentar uma conexão utilizando o IP essa mensagem irá ocorrer, pois são informações diferentes (nome e IP).

Isto também pode ocorrer quando o nome da máquina do EPM Server é trocado após a criação do certificado. Neste caso, a conexão irá falhar, pois o novo nome não é o mesmo nome presente no certificado (antigo nome da máquina).

Situações semelhantes ocorrem quando são aplicadas configurações de rede (NAT, por exemplo) em que o nome usado pelo usuário na conexão é diferente do nome da máquina do EPM Server e, consequentemente, diferente do nome presente no certificado.

Solução

Uma das formas de resolver essa questão é adicionar um novo nome (alternativo) no certificado do EPM Server. Dessa forma, a conexão será aceita através dos dois nomes. Para isso, é necessário acessar a opção Settings do EPM Server.

Em seguida clique no botão Advanced e acesse a aba Certificate. Utilize o campo New Address para informar o novo nome, clicando em seguida no botão de adição, conforme exemplo abaixo.

Outros nomes, bem como como o IP, poderão ser informados nessa janela; no entanto, é importante lembrar que caso haja alguma alteração no nome ou IP, essa informação também terá que ser corrigida. Portanto, o ideal é que sempre sejam utilizados nomes nesses casos.

Essas mudanças só terão efeito após o EPM Server ter sido reiniciado. O certificado atual é deletado, e então um novo será criado.

 

NOTA: Este artigo se aplica ao EPM versão 3.10 ou superiores.

Este artigo foi útil? Was this post helpful?
Yes0
No0

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados com asterisco são obrigatórios *